Disponível entre 1 e 3 de maio

Estado Vegetal

Manuela Infante

Chile

Teatro

Online

3.50€
1 h 30 m
ver trailer
Galeria

Sinopse

Estado Vegetal é um monólogo polifónico, ramificado, exuberante, repetitivo, divisível e séssil. A protagonista é uma mulher, que não é um indivíduo; é uma multidão, um enxame. Este não é um trabalho animal, é um trabalho vegetal. Com base no pensamento revolucionário de filósofos como Michael Marder e neurobiologistas como Stefano Mancuso, o espetáculo procura investigar novos conceitos como inteligência vegetal, alma vegetativa ou comunicação vegetal e as suas influências em processos criativos. Se aceitarmos que as plantas têm outras formas de pensar, sentir, comunicar, outra forma de consciência e outra noção de tempo, talvez possamos avaliar as nossas próprias noções do que é pensar, sentir, ser, comunicar, transformar, ser consciente. Estado Vegetal gira em torno de um diálogo impossível entre seres humanos e plantas. Um diálogo fracassado com a natureza, que é talvez o nosso monólogo mais inato.

ler mais

Companhia/Artista

Dramaturga e encenadora chilena, MANUELA INFANTE exerceu estas funções na companhia Teatro do Chile, entre 2001 e 2016, onde apresentou espetáculos como Prat, Juana, Narciso, Rey Planta, entre outras. Destacam-se também os espetáculos Fin, com estreia no Festival de Módena / What´s he building in there?, criado em residência artística no The Watermill / On the beach, com curadoria de Bob Wilson e estreia no Barishnikov Arts Center, Nova Iorque / e Don´t feed the humans, com estreia no Hebbel am Uffer, Berlim.


Já apresentou os seus trabalhos pela América, Europa e Ásia. Estado Vegetal, a sua criação mais recente, foi apresentada em países como Singapura, Suíça e Coreia do Sul.

ler mais

Ficha Artística

Direção: Manuela Infante 

Dramaturgia: Manuela Infante, Marcela Salinas 

Interpretação: Marcela Salinas 

Design: Rocío Hernández 

Produção: Carmina Infante 

Adereços: Ignacia Pizarro 

Vozes gravadas: Pol del Sur 

Tradução: Bruce Gibbons, Alex Ripp - British Council Chile 

Coprodução: NAVE, Centro de Creación y Residencia, Fundación Teatro a Mil

ler mais

Quem viu esta peça também viu